Início Notícias Educação Urupês implementa Educação em Tempo Integral no Ensino Fundamental do município

Urupês implementa Educação em Tempo Integral no Ensino Fundamental do município

Objetivo é ampliar o acesso à educação, diminuir lacunas educacionais entre alunos e alcançar metas estabelecidas pelo MEC.

Cerca de 5 minutos de leitura

105 acessos

A EMEF Maria da Glória Roberto Lima de Almeida receberá os alunos para o período integral a partir do dia 5 de fevereiro. Foto: Luís Fernando da Silva / Prefeitura Municipal de Urupês.

A EMEF Maria da Glória Roberto Lima de Almeida receberá os alunos para o período integral a partir do dia 5 de fevereiro. Foto: Luís Fernando da Silva / Prefeitura Municipal de Urupês.

Por Luís Fernando da Silva - Divisão de Comunicação

Publicado em 01/02/2024 11h46 - Atualizado em 02/02/2024 14h04

Resumo da notícia:

  • A partir deste ano, Urupês adotará ensino integral em duas turmas do primeiro ano da EMEF Maria da Glória, parte do Programa Escola em Tempo Integral do Governo Federal.
  • As aulas ocorrerão das 7h às 15h, incluindo disciplinas regulares pela manhã e oficinas diversificadas à tarde, como Língua Inglesa e Tecnologia. Alimentação completa será fornecida.
  • Iniciada em 2023, a seleção prioriza crianças de famílias em vulnerabilidade e interessados em ampliar atividades educativas. A expansão de vagas é considerada para 2025.

A partir deste ano, o Departamento de Educação de Urupês implantará o ensino em tempo integral para duas turmas do primeiro ano do ensino fundamental da EMEF Maria da Glória Robert Lima de Almeida.

A iniciativa faz parte do Programa Escola em Tempo Integral, desenvolvido pelo Governo Federal, que busca alcançar a meta 6 do Plano Nacional de Educação (PNE). Esta meta tem como objetivo oferecer educação em tempo integral a pelo menos 25% dos alunos da educação básica em 50% das escolas públicas, melhorando o desenvolvimento educacional dos estudantes em aspectos físicos, intelectuais, afetivos, culturais e sociais.

Com a implantação, o Governo Federal alocará verbas adicionais para Urupês, que serão utilizadas tanto para custeio quanto para a aquisição de materiais permanentes, visando a implementação e manutenção do programa.

Como acontecerá em Urupês

Para o tempo integral, o número de vagas foi estabelecido pelo Governo Federal. Em Urupês, serão contemplados 44 estudantes, divididos em duas turmas. Dois professores serão responsáveis pelas oficinas, que focarão em atividades práticas ao invés de aulas no formato tradicional.

As aulas iniciarão às 7h e terminarão às 15h. O período da manhã é reservado para o “comum curricular”, com as mesmas disciplinas regulares ofertadas para os alunos de período parcial. É na parte da tarde que haverá a introdução dos novos conteúdos aos alunos do tempo integral. A chamada “parte diversificada” contará com oficinas de Língua Inglesa, Tecnologia e Inovação, Orientação de Estudos, Cultura do Movimento, Linguagem Artística e Práticas Experimentais.

A escola também fornecerá todas as refeições diárias no período em que os alunos estiverem estudando, incluindo café da manhã, lanche da manhã, almoço e lanche da tarde.

Quem participará

A seleção dos participantes do período integral teve início no final de 2023 em uma consulta realizada com os pais dos alunos da EMEI Thereza Yalenti Perosa, cujos filhos passarão a estudar no primeiro ano do ensino fundamental em 2024.

Mônica Moreira, mãe de Benício, de 6 anos, participou dessa reunião de pais e disse que topou matricular seu filho no ensino integral para ampliar o número de atividades que o pequeno tem em seu dia a dia.

“Depois das aulas, ele costuma ficar no celular, e isso me incomoda. Quero que, além da matéria da escola, ele tenha a oportunidade de aprender outras atividades”.

Além de atender aos interessados em matricular os filhos no tempo integral, o Departamento de Educação frisou que também está priorizando crianças de famílias em situação de vulnerabilidade, visando reduzir as desigualdades socioeconômicas e raciais observadas no desempenho acadêmico, para melhor adequação ao item III das condicionalidades educacionais do VAAR/Fundeb.

Dependendo dos resultados obtidos com a implementação do programa e das condições físicas e financeiras, o Departamento de Educação disse que pode haver ampliação da oferta de vagas para 2025.

Preparações para o ano letivo

Inicialmente, não foram necessárias alterações na infraestrutura da escola para o início do programa, contudo, planos para melhorias futuras já estão sendo considerados.

Espera-se que esta iniciativa culmine em um avanço na educação de Urupês, proporcionando aos alunos uma oportunidade de crescimento integral e preparação para os desafios do futuro.

“Este programa vai melhorar a educação dos nossos alunos, tanto acadêmica quanto pessoalmente. Focaremos em desenvolver habilidades importantes, como trabalho em equipe e pensamento crítico, dentre outras, preparando-os melhorparaofuturo”, disse o prefeito Bica.

As aulas da rede pública municipal terão início na próxima segunda-feira, 5 de fevereiro, com exceção da EMEI Thereza Yalenti Perosa, que retornará dia 19 de fevereiro, devido a reformas de ampliação no prédio.

Nesta notícia: escola em tempo integral

Não perca nenhuma notícia 🔥

Inscreva-se gratuitamente e receba as notícias mais quentes da cidade diretamente em seu e-mail.

Notícias recomendadas

Pesquisar por assunto