Início Notícias Meio Ambiente Tratamento de esgoto: Prefeitura dá início a importante obra pública

Tratamento de esgoto: Prefeitura dá início a importante obra pública

Limpeza da Estação de Tratamento de Esgoto de Urupês é financiada pelo FEHIDRO e vai garantir mais eficiência no tratamento e menor impacto ambiental para o município

Cerca de 3 minutos de leitura

45 acessos

Estação de Tratamento realiza processo para garantir melhor qualidade nos efluentes. Foto: Luís Fernando da Silva / Divisão de Comunicação.

Estação de Tratamento realiza processo para garantir melhor qualidade nos efluentes. Foto: Luís Fernando da Silva / Divisão de Comunicação.

Por Luís Fernando da Silva - Divisão de Comunicação

Publicado em 16/12/2022 09h00 - Atualizado em 16/12/2022 09h10

A Prefeitura de Urupês deu início, nesta quinta-feira (15), a uma importante obra pública com o objetivo de realizar manutenções no processo de tratamento de esgoto da cidade.

Conheça o problema enfrentado atualmente

Todo o esgoto doméstico gerado na cidade de Urupês é tratado em uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) localizado nos arredores da cidade. Desde sua inauguração, em 2008, a estação nunca havia passado pelo processo de desassoreamento de suas lagoas de tratamento para remoção do lodo e areia que ali vão se acumulando com o tempo.

De acordo com Lauriston Isique, diretor do Departamento de Meio Ambiente, Saneamento e Águas, esta manutenção é necessária para evitar maiores problemas no sistema de tratamento.

“O lodo acumulado nas lagoas reduz drasticamente a eficiência do tratamento do esgoto, visto que ocorre uma redução no Tempo de Detenção Hidráulica (TDH), podendo fazer com que este efluente venha a ser encaminhado aos rios sem que haja um tratamento com eficiência absoluta”, explicou o diretor.

Ele prevê que, ao término das obras, o efluente lançado nos rios passará a apresentar melhor qualidade, diminuindo consideravelmente os impactos ambientais em seu descarte, além de reduzir os odores desagradáveis na região da ETE e, consequentemente, a redução na contração de vetores.

Embora o resultado prático da obra possa ser pouco percebido no dia a dia da população, ela é fundamental para garantir que o esgoto gerado pelos moradores da cidade seja adequadamente tratado e descartado, ferindo o mínimo possível os recursos hídricos da cidade.

Como será realizado o tratamento

A obra é importante, mas muito trabalhosa. Ao decorrer dos próximos dias, cerca de 3.336,25 m³ de lodo e areia acumulados na lagoa anaeróbia da ETE municipal devem ser removidos pelo processo de dragagem e disposto em geobags instalados em locais preparados anteriormente para que o material seja desaguado em segurança.

O investimento total da obra será de R$ 768.520,96, sendo que aproximadamente 87,67% deste total provém de recursos do Fundo Estadual de Recursos Hídricos (FEHIDRO) e apenas 12,33% do município.

Cuidados com os recursos hídricos

Urupês tem destinado esforços para garantir que o impacto causado pelo descarte do esgoto no município tenha menor impacto ambiental. Além da obra na ETE de Urupês, recentemente a administração municipal inaugurou uma Estação Compacta de Tratamento de Esgoto em São João de Itaguaçu, também com recursos do FEHIDRO, fazendo com que 100% do esgoto gerado no município de Urupês fosse tratado antes de ser direcionado aos rios da cidade.

Não perca nenhuma notícia 🔥

Inscreva-se gratuitamente e receba as notícias mais quentes da cidade diretamente em seu e-mail.

Notícias recomendadas

Pesquisar por assunto