Início Notícias Assistência Social Urupeense se descobre durante curso da prefeitura, e gera renda de forma criativa em meio a pandemia

Urupeense se descobre durante curso da prefeitura, e gera renda de forma criativa em meio a pandemia

Aluno do curso de sabonetes une aprendizado com talento e se torna seu próprio chefe

Cerca de 3 minutos de leitura

Alunos em aula de curso gratuito de sabonetes e difusores, oferecido pela Prefeitura - Imagem Divulgação

Por Carina Costa - Departamento de Comunicação Social

Publicado em 27/05/2021 às 09h44 - Atualizado em 27/05/2021 às 10h05

Em meio a pandemia, a criatividade pode gerar renda. Foi usando dessa criatividade e muito empenho, que o Wellington Godoy, de 30 anos, saiu do status de desempregado e passou a ser dono do próprio negócio.
O urupeense iniciou na primeira turma do curso de Sabonetes e Difusores, oferecido pela Prefeitura, e se destacou entre os alunos durante as aulas.
Hoje, produz, artesanalmente, seus diversos produtos e os vende. Ele faz shampoo em barra, óleos corporais e sabonetes terapêuticos, que segundo Wellington, são à base de óleos essenciais que, além de promover a hidratação da pele, traz benefícios pra saúde física e mental.
O antigo costureiro, que manuseava máquinas para transformar tecidos em roupas, agora “costura” com as mãos, produtos naturais a base de ervas que se transformam nos mais hidratantes e cheirosos óleos, sabonetes, shampoos e sais de banho que exalam qualidade e bem-estar.
Com a pandemia chegou o desemprego, e o desespero começou a bater na porta junto com os boletos, e foi aí que Wellington percebeu que poderia utilizar o conhecimento que já possuía com o que aprendeu no curso de saboaria para lucrar e obter renda.
“Antes de realizar o curso eu fazia meus produtos e nunca tinha coragem de vender, talvez por vergonha, ou até mesmo por motivos de rejeição do público, porém eu recebia muitos elogios durante as aulas, e foi aí que decidi fazer um produto específico para um tipo de pele. Quando iniciei as vendas foram só elogios, então eu decidi que faria, sim, os meus produtos e iria iniciar devagar até conquistar o meu espaço”, explicou.
Um fato curioso e importante é que os produtos que o Wellington trabalha, diferente de muitas linhas de produtos já existentes, não são testados em animais.
E os sonhos de Wellington não param por aqui, o objetivo agora é desenvolver uma linha completa para casa, com a marca que ele mesmo idealizou: “Quero criar uma linha completa pra a casa, pra deixar o ambiente perfumado e sempre com boas energias, o meu objetivo é levar através das fragrâncias, a Beleza e perfume para a vida das pessoas”, finaliza com um sorriso, o novo empreendedor.

Notícias recomendadas

Pesquisar por assunto