Início Notícias Saúde A rede municipal de saúde de Urupês oferece tratamento gratuito de Ventosoterapia
Saúde |
Por Carina Costa, Assessoria de Imprensa
A rede municipal de saúde de Urupês oferece tratamento gratuito de Ventosoterapia
Moradores de Urupês contam com mais uma alternativa para tratamento de dores crônicas
Whatsapp
print
Acupunturista Larissa Andrade em atendimento na UBS Central Foto: Carina Costa
Uma técnica terapêutica indicada para reduzir dores musculares, enxaquecas, estresse, insônia e desconfortos.  A Ventosoterapia é oferecida gratuitamente aos pacientes da rede pública, pela prefeitura através da secretaria municipal de Saúde de Urupês.

A Ventosoterapia é uma das opções dentre as técnicas da Acupuntura disponibilizadas gratuitamente no sistema de saúde da cidade. 
Nas sessões o paciente é submetido à aplicação de ventosas, que criam um efeito de vácuo, que suga a pele a fim de abrir os poros e mobilizar a circulação sanguínea e linfática do corpo. Esse processo realiza a desintoxicação do organismo, reduzindo dores, desconfortos e estresse. O tratamento inicial conta com quatro sessões agendadas pelo médico durante consulta, mas na maioria dos casos o paciente relata se sentir muito bem logo após a primeira aplicação.

Larissa Andrade é Biomédica e acupunturista responsável pela aplicação do tratamento em pacientes do município, ela explica que a medicina alternativa (Moxaterapia, Acupuntura e Ventosaterapia) que ela utiliza em tratamentos dos pacientes, traz muitos resultados positivos. 

“Indicada para diversos tipos de dores, a Ventosa e muito eficaz no caso de dores crônicas, amenizando-as desde a primeira sessão, proporcionando mais qualidade de vida a todas as pessoas.” Larissa Andrade. 

Segundo Larissa além do alívio de dores locais, o tratamento auxilia na redução de fadiga, enxaqueca e ansiedade.
Qualquer pessoa pode se sujeitar a Ventosoterapia, exceto pessoas que apresentem lesões na pele a ser aplicada. Um método não invasivo que traz inúmeros benefícios para a saúde, e que pode ser usada como alternativa complementar a outros tratamentos. O clínico geral das unidades de saúde indicam a técnica caso haja necessidade, através de encaminhamento para a especialidade.

Uma sessão dura entre 20 a 30 minutos, existe algumas contra-indicações, não são indicadas as aplicações em regiões do corpo com edemas, inchaço, e queimaduras recentes.
 
Após o começo do tratamento o paciente poderá apresentar marcas no corpo, que são causadas pela sucção da região da pele, dependendo do organismo pode demorar alguns dias ou até uma semana para desaparecerem, porém o corpo vai eliminá-las com o tempo de forma natural.

As dores classificadas como crônicas são aquelas sentidas a maior parte do tempo por mais de três meses. As mais comuns são dores de cabeça, nas costas, as musculoesqueléticas e as neuropáticas. Estudos realizados pela SBED (Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor) comprovam que cerca de 40% dos brasileiros sofrem de dores crônicas.

A Larissa realiza os atendimentos na UBS Dr Xisto Albarelli Rangel ás terças, quartas e quintas-feiras a partir das 17h.

“O intuito do projeto é justamente fornecer a população de Urupês o acesso a esses tipos de tratamento de forma gratuita”, Complementa Larissa, Biomédica e Acupunturista do município.

Lembrando ainda que a acupuntura é usada também como técnica relaxante em diversos casos.

Notícia impressa de http://www.urupes.sp.gov.br em 28/03/2020

Saiba mais sobre a Secretaria de Saúde